Quarentena Covid-19: 20 dias

Já se passaram 20 dias desde que entramos em quarentena aqui em casa.


Era sexta-feira, 13 de março, quando meu marido chegou em casa do trabalho e contou que a empresa onde ele trabalha havia liberado o home office para quem quisesse. Passamos o final de semana tranquilos, fazendo tudo como de costume. Na segunda-feira ele resolveu ficar trabalhando de casa, disse que iria para o escritório na terça...

Pois não houve "escritório na terça". Segunda à noite a empresa avisa que, embora não esteja completamente fechada, não é para ninguém ir trabalhar. Os funcionários devem apenas ir até o escritório caso precisem pegar alguma coisa. E foi o que fizemos. Saímos de casa para buscar algumas coisas que ele havia deixado por lá, e desde então não retornamos.

Fazem 20 dias que estamos de quarentena. Nesse período saímos para buscar as coisas no escritório e fomos ao mercado comprar suprimentos. Quando chegamos em casa: tirar toda a roupa, tomar banho e desinfetar tudo que veio da rua conosco.

Pode parecer cuidado em demasia, mas pelas conversas que tive com algumas pessoas, elas não estavam levando a sério a epidemia (ou melhor, pandemia), então eu precisava levar mais a sério ainda.


Precisamos nos lembrar que temos pais e avós que estão em situação de risco, bem como alguns jovens que também se enquadram por terem asma (como eu), diabetes e pressão alta.

Para muitas pessoas, muitas mesmo, é difícil fazer quarentena. Ficar em casa "confinado", muitas vezes em um espaço pequeno, convivendo 24h por dia por tempo indeterminado, sem um tempo exclusivo de solidão. Ou, no caso contrário, aqueles que moram sozinhos, não tendo contato humano por semanas a fio. Não é fácil. Mas somos privilegiados por podermos nos isolar. Somos privilegiados por podermos nos proteger e ficar em casa.

Quantas pessoas ainda tem que se expor por serem da linha de frente, para manter seus empregos, por morarem em locais onde o isolamento é impraticável e muitas vezes as condições mínimas de higiene não são possíveis? Por isso que, por mais difícil que seja ficar em quarentena, devemos segurar as pontas e tentar ser gratos por PODERMOS estar em quarentena. Vamos nos informando com pessoas que sabem do que falam (Átila Iamarino) e procurando informações de fontes seguras (atualização de casos de coronavírus Brasil), sempre verificando as fontes e não compartilhando Fake News.


Foram 20 dias até o momento, acredito q serão no mínimo o triplo disso. Vamos segurando as pontas.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rua Barão do Rio Branco, 187

 Sapucaia do Sul RS | 93214-340

CNPJ 35.232.764/0001-97

(51) 9 9935 7588

©2020 por Pleena. Todos os diretos reservados.