O que você espera ao consumir algum conteúdo?

Há algum tempo, acompanhei o webinar da Thais Godinho do blog vida organizada (olha ele aqui mais uma vez, o que posso fazer, ela é minha mentora nesse mundo da produtividade e organização). A aula durou 4h!!! Fico muito feliz de não ter aprendido nada de novo durante as primeiras horas, isso para mim significa que estou muito bem alinhada e com todos os meus conhecimentos, rotinas e práticas afiados. Mas você se engana se pensa que foi tempo perdido para mim. Mesmo ela abordando assuntos como planejamento diário, diferença entre compromissos e afazeres, o que deve ir na agenda ou na lista de tarefas (tudo coisa que eu já estou careca de saber), ela me relembrou alguns detalhes que não estavam fazendo parte da minha vida nesse momento e que eu gostaria de reaplicar, como o estudo por ciclos, por exemplo.

Fiz questão de participar desse webinar por um objetivo, conteúdo específico: organização de notas/conhecimento com o método Zettelkasten utilizando o Obsidian. Não foi, e nem era esse o propósito do encontro, uma exposição detalhada do método ou da ferramenta. Mas foi uma apresentação geral dos conceitos e como aplicá-los. Tenho uma meta de voltar aos estudos acadêmicos, formais. Inclusive havia me inscrito no mestrado em Linguística Aplicada da Unisinos, porém o curso (junto com muitos outros) foi descontinuado. Assim, tive que ajustar o curso, mudar os prazos e pensar em novas formas de fazer as coisas.

Para voltar a estudar e fazer meu mestrado em Comunicação, preciso montar um projeto de dissertação e, para isso, preciso voltar a estudar, produzir conteúdo acadêmico e todo o webinar girava em torno desse assunto.

Mas qual a moral da história? Por que vim contar sobre essa aula que participei (e que não está mais disponível)?

Porque é importante sabermos o que procuramos ao consumirmos qualquer conteúdo. Metade do conteúdo não me seria (e não foi) novidade, mas me valeu muito por relembrar certos conceitos e eu estava procurando algo muito específico. Quando sabemos exatamente o que procuramos (conhecimento específico, inspiração, entretenimento...) usamos nosso tempo limitado de forma muito mais consciente e eficaz.




12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo