Como escolher seu planner

Antes de podermos escolher um planner, precisamos nos perguntar o que é um planner? Planner é um local (físico ou virtual) onde se pode planejar sua vida. Ele é uma agenda, um controlador de hábitos, um arquivo de informações úteis. E, falando especialmente de mim, meu planner é o meu cérebro fora do meu corpo.

     Você pode pensar: nossa isso é de mais, você não precisa de mais um cérebro. 

     Porém eu preciso. Como eu digo frenquentemente, tenho memória de peixinho dourado e sem meu planner eu teria que lembrar de tudo (compromissos, tarefas, eventos, etc...) além de usar minha cabeça para realmente resolver os problemas. Tendo um local para guardar minhas informações, posso realmente focar no  que interessa.

Mas então, como escolher ser planner?

Primeiramente temos que escolher o formato: analógico ou digital



     Estamos em pleno bum tecnológico e eu não podia deixar de abordar as escolhas digitais. Sendo assim, se você é uma pessoa que se dá bem com o mundo digital, esse pode ser um bom formato para você.

     Planners digitais são bons para pessoas que tem acesso fácil ao celular, computador ou tablet o dia inteiro. Pode ser no formato calendário com lista de tarefas, pode ser no formato de controlador de hábitos, pode ser até no formato de "gestor de projetos". Muita gente usa um conjunto de aplicativos e sites para "completar o seu sistema" de organização. Alguns exemplos de  planejadores digitais são o Google Calendar (basta ter uma conta do gmail para ter acesso), o habitica (que une hábitos, tarefas recorrentes e afazeres esperádicos), o Trello (que é uma ferramenta de organização visual em forma de gerenciador de projetos), entre tantos outros.

    Eu, particularmente, nunca encontrei um sistema completo digital para suprir todas as minhas necessidades em apenas um lugar como um planner analógico consegue fazer.



   Os planners analógicos podem ser apenas uma agenda, daquelas tradicionais que você compra em qualquer papelaria. Essas agendas não são um sistema completo de planejamento pois vem apenas com a parte.... da agenda. Uma agenda faz parte de um planner, mas não é todo ele. Com um planejador analógico (de papel) vc consegue tem agenda, controlador de hábitos e metas, listas das mais diversas, consegue fazer gerenciamento de projetos e até ter um caderno de gratidão "embutido". Mas é claro, encontrar o seu planner perfeito não é fácil, principalmente se ele vier em um formato que não seja possível personalizar (planners encadernados). É por isso que planners em discos ou do tipo argolados (fichário) são melhores. Você tem total liberdade para montar e mudar o seu miolo a qualquer momento. O formato analógico também tem a vantagem de nunca acabar a bateria ou não ter conexão com a internet...

    Nos próximos posts vou elaborar mais sobre Planners digitais e aplicativos,e também sobre layouts de agenda e adicionais que podem ser úteis para cada pessoa.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rua Barão do Rio Branco, 187

 Sapucaia do Sul RS | 93214-340

CNPJ 35.232.764/0001-97

(51) 9 9935 7588

©2020 por Pleena. Todos os diretos reservados.