Como criar a Rotina Ideal

Durante a vida nós passamos por diversas mudanças, mudamos idade, de casa, mudamos nossos conhecimentos e mudamos de trabalho, mudamos muitas vezes de família (saímos da casa dos nossos pais e criamos nossa própria família, seja de uma, duas ou mais pessoas). Então, nada mais natural do que mudarmos nossas rotinas de tempos em tempos.


Neste período de quarentena, não mudei minha casa, nem meu trabalho nem tampouco minha família. No entanto a minha rotina mudou, assim como provavelmente a sua também.


Me vendo com um dia-a-dia que carece de algumas coisas importantes para mim, percebi que era, mais uma vez, hora de rever minhas rotinas e estruturar propositalmente os meus dias.


Eu já escrevi aqui no blog, nem faz tanto tempo assim, sobre a minha rotina. Mas hoje quero falar como você pode montar a sua, pois é tipo CPF, pessoal e intransferível.


1. Estabelecendo o dia ideal


A primeira coisa a se fazer é montar o dia ideal. Escreva absolutamente tudo o que você gostaria de fazer em um dia perfeito. Escreva a hora que você vai acordar, o que vai fazer logo ao sair da cama. Se vai fazer exercícios físicos ou escrever, que horas vai comer etc. Lembre-se, isso é o dia ideal, e ideal não é real, ok?


2.Escreva o dia real


Agora escreva, em um local separado, como é o seu dia real. Que horas você consegue sair da cama? O que você geralmente faz logo em seguida? Come alguma coisa? Sai correndo porque está atrasada(o)?




3. Compare os dois dias e faça alterações de acordo


O que acontece na sua rotina real que impede de você atingir o nível ideal? O que, na sua rotina ideal, você poderia adaptar para a sua vida real? Mude a rotina real conforme as possibilidades. Não se prometa o impossível e o improvável pois você vai se frustrar.


4. Verifique as tarefas e atividades recorrentes


Depois de ter estabelecido a sua rotina diária, vamos elaborar mini rotinas específicas para os dias da semana, com tarefas recorrentes daqueles dias (ou conforme a sua vida, adapte a sua realidade). Eu, por exemplo, sempre escrevo nas terças-feiras, sempre planejo a próxima semana nas sextas, sempre faço a unha aos domingos etc. Isso é importante pois, caso você se depare sem saber exatamente o propósito daquele dia, é só dar uma olhadinha na rotina pré-estabelecida daquele dia e começar a dar conta das tarefas e atividades relacionadas à ela.

As tarefas e atividades recorrentes podem gerar rotinas semanais (que acontecem em determinados dias da semana), quinzenais, mensais, bimestrais, trimestrais, semestrais e anuais.

Eu particularmente mantenho rotinas escritas para tarefas e atividades até o nível mensal, porém você adapte conforme a sua necessidade.



5. Mantenha as suas rotinas em local visível ou de fácil acesso


O ideal é que, ao implementar novas rotinas, elas estejam em local visível para que você possa reforçá-la todos os dias. Depois que a rotina já se tornou um hábito, então não há mais necessidade de estar sob os olhos o tempo inteiro, mas sempre é interessante estar em local de fácil acesso.

A rotina diária costuma ser algo que se pratica no modo "automático", porém as rotinas semanais, quinzenais e mensais a gente costuma esquecer, então é interessante que fique em um local que você conheça e seja simples de verificar (seu planner por exemplo).


6. Adapte e mude conforme o necessário


A nossa vida se mantém em constante mudança, então não se force a manter as suas rotinas para sempre iguais. Fazer adaptações não é ruim e faz parte do processo, até mesmo para chegar a uma rotina ideal que seja factível e não apenas um sonho idealizado.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Rua Barão do Rio Branco, 187

 Sapucaia do Sul RS | 93214-340

CNPJ 35.232.764/0001-97

(51) 9 9935 7588

©2020 por Pleena. Todos os diretos reservados.